Mudanças fisiológicas que impactam na alimentação (paladar)

Mudanças fisiológicas que impactam na alimentação (paladar)

Nutrição
Nutrição

O paladar normalmente é visto como algo individual. Diferentes pessoas têm diferentes gostos, e vários fatores podem estar associados ao desenvolvimento do paladar, começando até antes mesmo do nascimento. A alimentação da mãe durante a gravidez pode influenciar nas escolhas alimentares de um adulto. Porém, estas preferências alimentares podem ir mudando durante a vida por conta de interações sociais, fatores individuais e ambientais 1.

Por exemplo, por que algumas pessoas adoram coentro, enquanto outras acham que ele tem gosto de sabão? Isso ocorre porque há uma variação genética nos receptores olfatórios das pessoas e, dependendo dessas diferenças, o indivíduo pode ou não atribuir o aroma de sabão ao coentro 2.

Apesar de cada pessoa ter um paladar específico, com o decorrer dos anos algumas mudanças ocorrem no nosso organismo. Dessa forma, a percepção sensorial dos alimentos pode ser alterada. Com a idade, em geral acima dos 60 anos 3, pode haver uma diminuição da habilidade em diferenciar intensidades de sabores e odores dos alimentos 4. Por que isso acontece?

Com o tempo há uma diminuição na habilidade de regeneração de células das papilas gustativas, responsáveis pela percepção do sabor 5. Além disso, também há redução na densidade dessas papilas 6.

As mudanças no paladar e no olfato podem contribuir para alteração nas preferências alimentares. Isso pode te levar a mudar a sua dieta convencional em qualidade e quantidade 7. Dentre as mudanças mais comuns estão:

Aumento no consumo de sal, açúcares e calorias, para compensar a falta do estímulo sensorial 8;

Diminuição no interesse de comer, deixando a dieta monótona, o que pode levar a uma redução no consumo alimentar 9.

Por isso, é importante prestar atenção nas alterações indevidas na dieta ao longo do tempo. Mesmo que pareçam sutis, elas podem diminuir a qualidade de vida, e até mesmo aumentar a probabilidade de desenvolver um quadro de desnutrição 10. Para evitar problemas de saúde, como a desnutrição, é preciso manter uma dieta saudável. Por conta das mudanças que ocorrem no paladar descritas anteriormente, a associação de uma suplementação adequada com a dieta saudável pode auxiliar na ingestão dos nutrientes necessários.

Referências:
1 - Ventura, Alison K., and John Worobey. "Early influences on the development of food preferences." Current Biology 23.9 (2013): R401-R408.
2 - Eriksson, Nicholas, et al. "A genetic variant near olfactory receptor genes influences cilantro preference." Flavour 1.1 (2012): 22.
3 - Hoffman, Howard J., Karen J. Cruickshanks, and Barry Davis. "Perspectives on Population‐based Epidemiological Studies of Olfactory and Taste Impairment." Annals of the New York Academy of Sciences 1170.1 (2009): 514-530.
4 - Doets, Esmée L., and Stefanie Kremer. "The silver sensory experience–A review of senior consumers’ food perception, liking and intake." Food Quality and Preference 48 (2016): 316-332.
5 - Feng, Pu, Liquan Huang, and Hong Wang. "Taste bud homeostasis in health, disease, and aging." Chemical senses (2013): bjt059.
6 - Fischer, Mary E., et al. "Factors related to fungiform papillae density: the beaver dam offspring study." Chemical senses 38.8 (2013): 669-677.
7 - Aschenbrenner, Katja, et al. "The influence of olfactory loss on dietary behaviors." The Laryngoscope 118.1 (2008): 135-144.
8 - Duffy, Valerie B., Jeffrey R. Backstrand, and Ann M. Ferris. "Olfactory dysfunction and related nutritional risk in free-living, elderly women." Journal of the American Dietetic Association 95.8 (1995): 879-884.
9 - Sanders, Ola Goode, Janella V. Ayers, and Sylvia Oakes. "Taste acuity in the elderly: the impact of threshold, age, gender, medication, health and dental problems." Journal of Sensory Studies 17.1 (2002): 89-104.
10 - Croy, Ilona, Steven Nordin, and Thomas Hummel. "Olfactory disorders and quality of life—an updated review." Chemical senses 39.3 (2014): 185-194.

veja também

;